Enfim, o Wallbox. E o primeiro “recall”.

Na semana passada, lendo e-mails durante as minhas férias – sempre sob protestos da minha mulher – fui informado pela BMW do Brasil que o carregador de parede Level 2 (32A e 7,4Kw) tinha chegado e estava à minha espera na concessionária Autostar. O nome do treco é bonito: Wallbox.

Hoje, finalmente de volta ao batente, passei na Autostar no final do dia e peguei o corpo. Apesar do tamanho, a caixa é leve. Dá para carregar sozinho sem problemas. As dimensões é que atrapalham um pouco, não o peso.

Wallbox
O corpo. Ou melhor: a caixa do Wallbox.

E aí, a surpresa: ao abrir, vi que se tratava da versão Pro. Explico: há dois modelos de carregadores Wallbox. A versão Pure e a Pro. Ambas tem a mesma capacidade de carga, se considerarmos a versão mais potente da Pure, de 32A, pois há versões menos potentes. Mas a versão PRO tem recursos sofisticados, como uma tela touchscreen LCD, perfis para até usuários com senha individual, sensor de aproximação que liga o equipamento quando alguém chega perto, histórico de recarga por usuário, envio de informações por e-mail (se estiver conectado à Internet), entre outras coisas. SHOW!

P90164548_highRes_bmw-i-wallbox-pure-l
Wallbox Pure e Wallbox Pro.

Outra surpresa boa: o Wallbox veio com um medidor de consumo (watts/hora). Isso é particularmente interessante para aferir o consumo no caso do Wallbox ser instalado num local em que a conta da recarga não seja paga por mim.  🙂  Brincadeiras à parte, uma das perguntas que o gerente do prédio em que minha esposa me fez era, justamente, se havia como medir o consumo das minhas eventuais recargas.

IMG_4372
Medidor de consumo em watts/hora. Aferindo o consumo das recargas na ponta do lápis.

E por falar em recargas sem custo, hoje também entrei em contato com o Shopping Boa Vista, pertinho de casa, oferecendo o equipamento em comodato para que instalem no estacionamento. Mandei bastante informações sobre os shoppings do grupo Multiplan que oferecem vaga e recarga para carros elétricos. Vamos ver o que respondem.

Pra finalizar bem o dia, questionei a Autostar sobre a peça de reposição do meu airbag, um cabo elétrico que, com menos de 500 km rodados, apresentou mal contato e acusa falha permanente no painel do carro. Esse cabo e um coxim do motorzinho do REx (gerador de energia à gasolina) chegaram. Em um prazo menor do que previsto, inclusive.

Já agendei a substituição das peças para a próxima quinta-feira. E o “recall” entre aspas do título deve-se ao fato de que o coxim é trocado pela BMW sempre que o veículo parar para algum tipo de revisão ou intervenção numa concessionária da marca que esteja homologada para veículos BMWi. Ainda que a BMW não tenha feito um recall formal sobre a peça, pelo menos no Brasil, a substituição é feita preventivamente sempre. Então, na prática, é um recall. Sutil, sem apresentar riscos à segurança, mas um recall.

 

 

2 comentários sobre “Enfim, o Wallbox. E o primeiro “recall”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s