Portugal 7 X 1 Brasil, i3 com mais de 100 mil Km e o Salão de SP

Isso é o que dá ficar muito tempo sem escrever um post. Os assuntos acumulam. Então, espere um post longo, caro leitor.  🙂

Há duas semanas, estive em Lisboa para a inauguração da filial portuguesa da Dinamize (empresa da qual sou diretor comercial). E fiquei impressionado com o quanto mais evoluídos os portugueses estão em relação à adoção de veículos elétricos. Há muitos pontos de recarga em Lisboa e mais incentivos do governo do que aqui no Brasil. Tanto é verdade, que a Tesla está para inaugurar sua primeira concessionária autorizada no país. É. Portugal dando de goleada no Brasil, infelizmente.

Participo de um grupo de proprietários e entusiastas do BMW i3 no Brasil. E contamos com a participação do ilustre João, português do Porto, que já rodou mais de 105 mil quilômetros com seu i3 BEV (puramente elétrico, sem o gerador de energia a gasolina). E sua bateria está com 98% da capacidade. Creio que está melhor do que a do meu carro, que ainda nem chegou aos 5 mil quilômetros. Como se isso já não fosse uma boa notícia, o João não gastou nem 1 euro de manutenção até o momento. Como em São Paulo a qualidade da nossa malha viária é abaixo de péssima, eu não espero ter a mesma sorte.

img_5022
Impressionante: 105 mil quilômetros e a bateria com capacidade praticamente inalterada.

Por meio do João, tive o privilégio de conhecer outro proprietário do i3, o Marcos, a quem encontrei no estádio da Luz, do Benfica. Aliás, dei sorte ao assistir ao jogo: o Benfica ganhou do Dynamo de Kiev. Tanto o Marcos, quanto o João, fazem parte da UVE, Associação dos Utilizadores de Veículos Elétricos. São muito atuantes e organizados. Inclusive, comprei duas camisetas e ganhei um “kit” de materiais com adesivos e folhetos de “advertência” para quem estaciona inadvertidamente em vagas de carros elétricos. O i3 do Marcos, que possui o REx (extensor de autonomia, a gasolina) já rodou mais de 56 mil quilômetros. E sua bateria também está impecável e, assim como o João, não teve problemas com manutenção.

De volta ao Brasil, sou agraciado pela BMW com um par de convites para o Salão do Automóvel de SP. E com direito à area VIP da montadora. No estande da marca há, entre vários outros modelos, um i3 igualzinho ao meu e um i8. Eu creio que devo ter ajudado a empresa a vender uns dois ou três i3, pois dei um testemunho entusiasmado sobre o carro para várias pessoas.

Consegui conversar com um diretor e um gerente da BMW e expus o grande temor de nós, proprietários brasileiros do i3: a continuidade das vendas do modelo no país. Todos sabemos que a revenda do i3 é algo bem difícil, por se tratar de um veículo diferente, de um segmento ainda embrionário por aqui. Mas, se a BMW parar de importar e vender o i3, a situação ficaria ainda pior, inclusive para eventuais manutenções do veículo devido à espera por peças. Para meu alívio, e de meus colegas que também possuem o veículo, não há nenhuma sinalização de que a BMW deixará de vender o i3 no Brasil. No entanto, segundo o que me disseram, devem reduzir a lista de itens de série nos novos modelos para reduzir seu preço. Um dos itens é o piloto automático adaptativo. Este recurso é sensacional, mas exige um povo educado no trânsito, o que não acontece no país. O Park Assist (que estaciona sozinho o veículo) é outro recurso que, eventualmente, poderá ser retirado do veículo. Se isso se refletir num preço significativamente menor, creio que vale a pena. Eu, por exemplo, continuaria muito disposto a adquirir o carro sem esses mimos.

Também tive a oportunidade de conversar com o responsável pelas vendas da concessionária Autostar, a quem transmiti a mesma preocupação. E, segundo ele, as concessionárias habilitadas a trabalhar com a linha i investiram muito para obterem a homologação e qualificação. Não seria uma boa decisão da montadora deixá-los na mão ao suspender a venda da linha i no país.

A propósito, se você está lendo meu blog e tem interesse no i3, aproveite: as últimas unidades 2014/2015, zero km, ainda estão com um preço ótimo. Eu aposto que os novos modelos do i3 custarão, pelo menos, uns R$ 20-30 mil a mais do que o preço atual, se a alíquota de imposto e cotação do dólar continuarem nos patamares atuais. Hoje, o valor o i3 brasileiro, convertido em dólar, está MAIS BARATO do que no mercado americano. Nos EUA, a versão com o REx começa em U$ 48 mil, veja aqui. E o modelo REx de entrada no Brasil, com a cotação do dólar de hoje a R$ 3,42, sai por por pouco menos de U$ 47 mil.

Após conversar com a BMW e a Autostar, e ter um certo alívio, continuei passeando pelo salão. Infelizmente, minha percepção é de que as montadoras em geral não estão mais com foco em veículos elétricos ou híbridos tipo plug in (que têm autonomia reduzida para rodarem apenas em modo elétrico, ideal para deslocamentos urbanos).  Algumas até expuseram seus carros elétricos ou híbridos plug in, como a Renault (com o Zoe), a Kia (com Soul EV), a Citröen (com o E-Méhari), a Chevrolet (com o Bolt) e a Hyundai (com o Ioniq). Entretanto, conversei com todas essas montadoras e nenhuma, sem exceção, tem planos concretos para trazerem seus modelos elétricos/híbridos para o Brasil. É uma grande decepção pra mim. Não tenho o i3 para ser diferente ou exceção. Comprei-o por uma questão de atitude e para ajudar a disseminar a cultura da mobilidade elétrica no Brasil. Mas, enquanto só a BMW levar a sério esse nicho no país, somos, os proprietários, como Don Quixotes na nossa jornada. Sonhadores, românticos, mas vivendo uma ilusão.

Por fim, estamos iniciando uma discussão sobre a criação de uma associação de usuários de carros elétricos. Provavelmente, algo nos moldes da UVE portuguesa. Se você, leitor, tiver interesse em participar desse movimento, entre em contato comigo.

Um comentário sobre “Portugal 7 X 1 Brasil, i3 com mais de 100 mil Km e o Salão de SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s