Não estamos sós!

img_4792
Tem louco pra tudo. Até para ter um i3. Eu, Leonardo Celli e nossos brinquedos.

Dia das crianças. E lá vou eu com a família, em meu brinquedo, curtir um churrasco com amigos em Campinas. Paro no posto Graal no Km 67 da Anhanguera e deixo o carro recarregando no modo CCS (carga rápida, em corrente contínua). Funcionou que é uma beleza. O treco é rápido mesmo. E, de acordo com o engenheiro da CPFL, Wendell, vai ficar ainda mais rápido em breve. Mas, mesmo nessa configuração atual, que não está com 100% de sua capacidade, foi capaz de carregar de 33% a 87,5% em cerca de 24 minutos. Espetacular!

img_4790
A recarga rápida, no modo CCS em corrente contínua, é realmente rápida.

Quando cheguei e estacionei o carro no ponto de recarga, estava sozinho, ocupando uma das duas vagas. Pausa para um pipi-stop, comprar água e, na volta, eis que tem um belo i3 cinza escuro do lado do meu carro. E um sujeito que parecia ser o dono dele por perto. E era mesmo. Conheci o Leonardo Celli, que também comprou seu i3 em maio e já rodou mais de 10 mil quilômetros com ele desde então. Desses mais de 10 mil, o Leonardo rodou apenas 800 quilômetros na gasolina. Pra efeito de comparação, eu rodei cerca de 3.500 quilômetros no mesmo período.

Voltando ao Leonardo, conhecê-lo foi quase como fazer contato com uma civilização alienígena. Não… não estamos sós no universo automobilístico.  🙂  O Leonardo prontamente me adicionou a um grupo de WhatsAPP de proprietários e interessados no i3 e, também, me adicionou a um grupo de Facebook de entusiastas do carrinho.

Batemos um papo rápido, passei a vez para ele recarregar seu i3, e parti para Campinas. Na volta, usei a bateria até uns 30% e, a partir de então, acionei o Rex. Não quis parar no posto da Anhanguera para recarregar, pois preferi voltar pela rodovia dos Bandeirantes. Aliás, abrindo um parênteses, em dezembro a CPFL vai inaugurar um ponto de recarga rápida no Graal do km 56 da Bandeirantes – UHUU!! Notícia dada em primeira mão pelo engenheiro Wendell. Valeu, CPFL!! O fato é que esgotei os 9 litros de gasolina e cheguei a um posto para reabastecer, já em São Paulo, com 24% de carga.

Abastecido, peguei o caminho de casa. Olho o painel e ele informa que o REx teria uma autonomia de 166 quilômetros. Recorde. ainda que teórico e sujeito a variações. Mas, depois de rodar us 10 quilômetros no REx, ao chegar em casa a autonomia estimada ainda era de 155 quilômetros. Foi a primeira vez que isso aconteceu. Teoricamente, o REx pode gerar até 140 quilômetros de autonomia com seus 9 litros de gasolina. Me pergunto se a BMW fez alguma alteração remota no firmware do meu carro que tenha causado esse aumento estimado de autonomia. Ou, se é apenas algum “bug” e, daqui a pouco, a autonomia estimada cairá drasticamente. Vamos descobrir.

img_4794
Me belisca que estou sonhando: o REx, gerador a gasolina, me prometendo 26 Km a mais do que o máximo projetado pela fábrica.

4 comentários sobre “Não estamos sós!

  1. Olá, Rodrigo!
    Nesse trecho de ida a Campinas até a parada no Graal da Anhangüera (em que você usou 2/3 da bateria), você saberia dizer qual foi a velocidade média da viagem? No trecho da rodovia, a que velocidade você trafegou?
    Tudo de bom,
    Carlos Albuquerque.

    Curtir

Deixe uma resposta para LEONARDO CELLI COELHO Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s